• "O trabalho voluntário me faz muito bem, o NACC ajuda minha vida em todos os aspectos. Além do lado espiritual, fez com que eu conquistasse grandes amizades, meu lado pessoal foi muito enriquecido com meu ingresso nesse projeto."
    Solange Lopes é voluntária do NACC desde 1999
  • "Ser voluntária é fazer o bem para as pessoas, é um trabalho de troca, pois me sinto muito bem também servindo ao NACC. Estar aqui me faz ser uma pessoa muito mais feliz. Fiz muitos amigos. É muito gratificante."
    Elsa Rodrigues é voluntária do NACC desde 2011.
  • "Ser voluntária do NACC é um aprendizado e um serviço que educa você, que faz você ser mais paciente, mais tolerante e a aceitar a individualidade de cada um. Na verdade, a gente serve, mas também aprende muita coisa."
    Maria Do Rosário é voluntária do NACC desde 2011
  • "Fiz muitos amigos por conta do NACC. É um aprendizado incrível. Rimos muito. É um trabalho que me faz muito bem. É uma terapia!"
    Marluce Pedrosa, voluntária do NACC desde 2010.
  • "Participei da capacitação do Diagnóstico Precoce do Câncer Infantojuvenil, em Sertânia e fiquei encantada e emocionada com o trabalho de vocês. Que Deus abençoe cada de um de vocês e que continuem com esse lindo trabalho."
    Cristina Bezerra
  • "Eu fui voluntária do NACC há alguns anos atrás, foi uma coisa maravilhosa na minha vida, trabalhei na arrecadação de fundos para a construção da sede atual, fui muito feliz la, e se Deus me permitir um dia, quando retornar ao Brasil, quero voltar a ser voluntaria, pois e uma experiencia única em nossas vidas."
    Rosário Cain, ex-voluntária
  • "Fazemos questão de nos envolver com as comunidades onde nos estabelecemos, por isso sempre oferecemos uma noite beneficente para uma instituição local. Neste caso, pela segunda vez, escolhemos o NACC, por sua seriedade e dedicação a causa do câncer infantojuvenil."
    Paulo Meneses, sócio-regional do Outback Steakhouse